14.2.16

síntese

se deus tem escrito um salto na transversal
um embate na horizontal
e um memorial posto numa cruz vertical

gastaremos nós palavras em declarações de prazer vagas?
em sentimentos cantados por festas incompreendidas de maledicência?

enaltecemos as sombras e não nos enaltecemos a nós
                                          - no fundo, é tudo maior que o nosso corpo -

e deus em nós
escreve que somos fantasia na sua cabeça etérea
deixando-nos cuspidelas insalubres pelo que criou sem graça

por vivermos nós a realidade
e ele o eterno desfile de penas de um pavão.

Sem comentários:

Enviar um comentário