7.4.13

s/título

instantes repartidos
entre mim e ti,
entre o que não se vê
entre o amor que não se sente.
cortas-me o respirar,
o abraçar.
dilatas-me a carne,
o arrepiado imaginar.
tornas o quadrado
em circular existência minha
(se é que existo em ti)
infinito murmúrio,
dúvida do pulsar.



2 comentários: